História da América II – 2019-1

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Centro de Ciências Sociais

Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFHC)

Departamento de História

Prof. Rafael Araujo. E-mail: rafa.ara@gmail.com

 

Programa de Disciplina

História da América II – 2019-1

Objetivos

  1. Caracterizar as sociedades e as economias da América Colonial;
  2. Reconhecer e refletir sobre o processo de “ocidentalização” da América;
  3. estabelecer as causas políticas, econômicas e sociais da crise do Sistema Colonial;
  4. analisar os processos de independências na América.

Plano de curso

Unidade I – Reflexões sobre a ocidentalização americana em perspectiva comparada

11/03: Apresentação do programa da disciplina e avaliações.

18/03 e 20/03: Reflexões sobre o processo de conquista e colonização da América – Texto 1 + estudo dirigido

25/03 e 27/03: Reflexões sobre o processo de conquista e colonização da América – Texto 2 + estudo dirigido

Unidade II – Sociedades e Economias da América Colonial

01/04 e 03/04: As sociedades coloniais  – Texto 3 + estudo dirigido

08/04: Mini-seminários I, II e III

Temas:

1 – A questão indígena na América Hispânica (o caso dos Mapuches);

2 – A mestiçagem na América Hispânica;

3 – Conexões internas e externas do comércio colonial na América Espanhola;

10/04: Feriado (Paixão de Cristo)

15/04 e 17/04: O mercado mundial e as economias coloniais – Texto 4 + estudo dirigido

22/04 e 24/04: A Igreja Católica e sua presença na América Hispânica – Texto 5 + estudo dirigido

29/04: Flexibilidade

01/05: FERIADO

06/05: 1ª avaliação

08/05: Entrega e correção da 1ª avaliação

Bibliografia das Unidades I e II: Texto 1: BERNAND, Carmen e GRUZINSKI, Serge. História do Novo Mundo. São Paulo, EDUSP, 2001, 2ª Edição. Pp. 186-216. Texto 2: ELLIOTT, John H. España, Europa y el Mundo de Ultramar. Madrid, Editora Taurus, 2009. Pp. 201-230. Texto 3: LOCKHART, James. Organización y cambio social en la América española colonial. IN: BETHELL, Leslie (org). História de América Latina – América Latina colonial: población, sociedad y cultura. Barcelona, Editorial Crítica, 1990. Pp. 63-108. Texto 4: BONIALIAN, Mariano. China en la América Colonial – bienes, mercados, comercio y cultura del consumo desde México hasta Buenos Aires. Buenos Aires, Instituto Mora/Editorial Biblos, 2014. Pp. 27-85. Texto 05: KARNAL, Leandro. Teatro da Fé – Representação Religiosa no Brasil e no México do século XVI. São Paulo, Editora HUCITEC, 1998. Capítulo 6.

Bibliografia Complementar Unidades I e II: ARMESTO, Felipe Fernandez-.Cristovão Colombo. Editorial Presença, 1992. ANZOÁTEGUI, Víctor Tau. A condição política das Índias. RIHGRGS, Porto Alegre, n. 151, p. 13-71, dezembro de 2016. BOCCARA, Guillaume. Poder colonial e etnicidade no Chile: territorialização e reestruturação entre os Mapuche da época colonial. Revista Tempo, nº 23. FERNANDES, Luiz Estevam de Oliveira. Hereges nos mares de Deus: a ação de corsários como episódios das guerras de religião no século XVI. Revista Territórios & Fronteiras, Cuiabá, vol. 7, n. 1, jan.-jun., 2014. SANTOS, Eduardo Natalino dos. As conquistas de México-Tenochtitlan e da Nova Espanha. Guerras e alianças entre castelhanos, mexicas e tlaxcaltecas. História Unisinos 18(2):218-232, Maio/Agosto 2014. VASCONCELOS, J. La raza cósmica. Buenos Aires: Espasa-Calpe, 1948. Pp. 1-33. 

Unidade III – Colonizações não ibéricas, crise do sistema colonial e as emancipações americanas

13/05 e 15/05: Congresso os 50 anos da Unidade Popular na UFF + A colonização inglesa na América – Texto 6

20/05 e 22/05: Século XVIII: guerras, crises e a ampliação do controle metropolitano na América – Texto 7 + estudo dirigido

27/05 e 29/05: A independência das 13 colônias inglesas da América do Norte – Texto 8 + estudo dirigido

03/06 e 05/06:  A independência do Haiti – Texto 9 + estudo dirigido

10/06 e 12/06: Reformas Bourbônicas e as emancipações na América Hispânica – Texto 10 + estudo dirigido

17/06: Flexibilidade

19/06: Seminários IV, V e VI

Tema 4 – Os impactos da declaração de independência das 13 colônias no Mundo Atlântico

Tema 5 – Os significados da emancipação haitiana na questão da escravidão negra;

Tema 6 – Reformas Bourbônicas e revoltas anti-coloniais

24/06 e 26/06: Participação em congresso

01/07: Flexibilidade

03/07: 2ª avaliação

08/07: Entrega e correção da 2ª avaliação

10/07: Revisão para prova final

15/07: Prova final

Bibliografia Unidade III: Texto 6: ESGUERRA, Jorge Cañizares-, FERNANDES, Luiz Estevam de O. e MARTINS, Maria Cristina Bohn. As Américas na Primeira Modernidade (1492 – 1750). Curitiba, Editora Prismas,  2017. Vol. 2. Capítulo 6. Texto 7: ELLIOTT, John H. España, Europa y el Mundo de Ultramar. Madrid, Editora Taurus, 2009. Pp. 277-299. Texto 8: BOSCH, Aurora. História de Estados Unidos, 1776-1945. Barcelona, Editora Crítica, 2011. P. 1-56. Texto 9: JAMES, C.L.R. Los jacobinos negros. Cidade do México, Fondo de Cultura Económica, 2003. Pp. 91-168. Texto 10: ANNINO, Antonio. Revoluciones hispanoamericanas. Problemas y definiciones. Buenos Aires, Fondo de Cultura Económica, 2015. Pp. 37-52.  

Bibliografia Complementar Unidade III: ARMITAGE, David. Declaração de Independência. São Paulo, Companhia das Letras, 2011. Pp. 27-123. FERNANDEZ, Juan Marchena. Reformas borbónicas y poder popular en la América de las Luces. El temor al pueblo en armas a fines del período colonial. Universidad de Murcia, Anales de Historia Contemporánea, 8 (1990-91). INARAJA, María Saavedra. Las colonizaciones no ibéricas. IN: CARREDANO, Juan B. Amores. História de América. Barcelona, Editorial Ariel, 2012. Pp. 573-592. ROSA, Renata de Melo e PONGNON, Vogly Nahum. A República do Haiti e o processo de construção do Estado-nação. Revista Brasileira do Caribe, vol. XIII, núm. 26, enero-junio, 2013, pp. 461-494.               

Sistema de Avaliação

  • 2 provas;
  • Pontuação por estudos dirigidos e mini-seminários.

Bibliografia Básica

ARMITAGE, David. Declaração de Independência. São Paulo, Companhia das Letras, 2011.

BERNAND, Carmen e GRUZINSKI, Serge. História do Novo Mundo. São Paulo, EDUSP, 2001, 2ª Edição.

BONIALIAN, Mariano. China en la América Colonial – bienes, mercados, comercio y cultura del consumo desde México hasta Buenos Aires. Buenos Aires, Instituto Mora/Editorial Biblos, 2014.

BOSCH, Aurora. História de Estados Unidos, 1776-1945. Barcelona, Editora Crítica, 2011.

CARREDANO, Juan B. Amores. História de América. Barcelona, Editorial Ariel, 2012.

ELLIOTT, John H. España, Europa y el Mundo de Ultramar. Madrid, Editora Taurus, 2009.

ESGUERRA, Jorge Cañizares-, FERNANDES, Luiz Estevam de O. e MARTINS, Maria Cristina Bohn. As Américas na Primeira Modernidade (1492 – 1750). Curitiba, Editora Prismas,  2017. Vol. 2. Capítulo 6.

KARNAL, Leandro. Teatro da Fé – Representação Religiosa no Brasil e no México do século XVI. São Paulo, Editora HUCITEC, 1998.

JAMES, C.L.R. Los jacobinos negros. Cidade do México, Fondo de Cultura Económica, 2003.

MÄDER, Maria Elisa Noronha de Sá. Revoluções de Independência na América Hispânica: uma reflexão historiográfica. Revista de História, 159, 2º semestre de 2008, p. 225-241.

Bibliografia Complementar (Mais alguns livros para consulta)

ALDERÓN, María Teresa e THIBAUD, Clément. Las revoluciones en el mundo atlántico. Bogotá, Taurus-Centro de Estudios en Historia, Universidad Externado de Colombia, 2006.

BAILYN, Bernard. Atlantic History: concept and contours. Cambridge, Mass. : Harvard

BAYLIN, Bernard. As origens ideológicas da Revolução Americana. Bauru, Edusc, 2003.

BLACKBURN, Robin. A construção do escravismo no Novo Mundo. Rio de Janeiro: Record, 2003.

BRADING, David. The First America – the Spanish monarchy, crolle patriots and liberal state, 1492-1867. Cambridge University Pressa, 1991.

CANIZARES- ESGUERRA, Jorge. Como escrever a História do Novo Mundo. SP, EDUSP, 2011.

CHEVALIER, François. América Latina – de la independencia a nuestros dias. México, Fondo de Cultura Económica, 2005. 

CHIARAMONTE, José Carlos. Ciudades, Províncias, Estados: Orígenes de la Nación Argentina (1800-1846). Buenos Aires, Ariel História, 1997.

Civilização Brasileira, 2006

ELLIOT, John. España, Imperios del Mundo Atlantico, España y Grã Bretaña en America (1492-1830). Madrid, Taurus História, 2005.

GARAVAGLIA, Juan Carlos y MARCHENA, Juan. América Latina – de los orígenes a a independencia. Volume I. Barcelona, Editora Crítica, 2005.

GARCIA, Juan Guillermo Gómez. Intelectuales y vida pública em hispanoamérica – siglos XIX y XX. Meddelín, Universidad de Medelin/Universidad Nacional de Colombia, 2011.

independência norte-americana, trad. Maria Beatriz de Medina. Rio de Janeiro:

LISS, Peggy K. Los Imperios Trasatlánticos – las redes del comercio y las revoluciones de Independencia. Ciudad de México, Fondo de Cultura Económica, 1989.

LOCKHART, James e SCHWARTZ, Stuart B. América Latina na época colonial. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

LYNCH, John.  Las revoluciones hispanoamericanas, 1808-1824. Barcelona, Ariel, 1976.

O’GORMAN, Edmundo. A invenção da América. São Paulo, UNESP, 1992.

RETAMAR, Roberto Fernández. Caliban Revisitado. São Paulo, Busca Vida, 1988.

TODOROV, Tzvetlan. A conquista da América. SP, Martins Fontes, 2003.

University Press, 2005.

GARAVAGLIA, Juan Carlos y MARCHENA, Juan. América Latina – de los orígenes a a independencia. Barcelona, Editora Crítica, 2005.

VÁZQUEZ, Josefina Z. e GRIJALVA, Manuel M. (orgs). Historia General de América Latina. Volume VI. Paris/Madri. Ediciones Unesco e Editorial Trotta. 2001.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *